APRESENTAÇÃO



O OBSERVATÓRIO DOS DIREITOS, da Guiné-Bissau, pretende ser um contributo para desenvolver uma cultura dos Direitos Humanos na Guiné-Bissau, favorecendo a acção cidadã e o respeito efectivo de todos os direitos.

Trata-se de desenvolver aquela cultura na sua multidimensionalidade, incluindo direitos cívicos e políticos, económicos, sociais e culturais, direitos ambientais e cibernéticos entre muitos outros direitos que estão na base das relações entre os cidadãos e as diversas instâncias de poder e nas suas práticas concretas – poder político, tradicional, religioso, na família e noutras formas de poder.

A contribuição para esta cultura parte da necessidade de fazer oposição a uma cultura de impunidade vigente e o sentimento de insegurança, seja na vida pública seja no seio da vida familiar.

Nesse sentido, será criado e desenvolvido o OBSERVATÓRIO DOS DIREITOS que procurará melhorar o nível de conhecimento e de monitoramento dos Direitos Humanos na Guiné-Bissau. Isso implica a criação de condições de acesso a informação sobre direitos humanos favorável ao desenvolvimento de acções focadas nos direitos, com maior nível de coordenação e interacção entre Organizações da Sociedade Civil e o desenvolvimento das suas capacidades de intervenção e um maior conhecimento sobre direitos humanos por parte da sociedade em geral.

A COORDENAÇÃO DA EQUIPA do Observatório funciona em Bissau, na Casa dos Direitos e inclui diversas especialidades - informática, comunicação e animação das ligações com as Antenas Regionais.

As ANTENAS REGIONAIS, constituídas por actividades de Direitos Humanos no país, estão baseadas em Bafatá, Buba, Sector Autónomo de Bissau, Cacheu ???... ... .

O trabalho de COMUNICAÇÃO do Observatório conta também com a colaboração da RENARC - Rede Nacional de Rádios Comunitárias da Guiné-Bissau.